Todos os anos estaremos oferecendo ao mercado, projetos que trarão a marca de nossa filosofia, uma espécie de selo de qualidade – que traduz a garantia de nosso empenho na busca incessante do melhor material de trabalho.

Acreditamos firmemente que a seriedade na escolha, a capacidade da  equipe de criação e produção, e a certeza do espaço para a apresentação do produto cultural, representam um passo importante para o sucesso  de nossas iniciativas.

O primeiro projeto, lançado em 31 de janeiro de 2007 e que inaugurou o Teatro Solar, foi o espetáculo “CAMPO DE PROVAS” de Aimar Labaki, dirigido por Gilberto Gawronski, com Leonardo Franco, Guilhermina Guinle, Claudia Lira e Marcos Winter no elenco. O projeto foi patrocinado pela ELETROBRÁS e pela HALLIBURTON e indicado ao Prêmio SHELL na categoria melhor autor.

Depois produzimos:

TRAIÇÃO de Harold Pinter

Escrita por um dos mais reverenciados dramaturgos do século XX, o inglês Harold Pinter, a peça ‘Traição’ (‘Betrayal’) esteve em cartaz por 7 meses no palco do Teatro Solar sob a direção de Ary Coslov, em produção conjunta do Solar de Botafogo e Arcos Produções Artísticas.

Leonardo Franco, Isio Ghelman, Isabella Parkinson e Marcelo Aquino, deram vida ao trio de personagens da trama escrita em 1978 e considerada por muitos o melhor trabalho do autor britânico, Prêmio Nobel de Literatura de 2005.Com uma calorosa recepção por parte da crítica e do público carioca, o espetáculo TRAIÇÃO foi incluído na lista dos 10 melhores do ano – Jornal O GLOBO e recebeu o Prêmio SHELL 2008 de Melhor Diretor (Ary Coslov), além de ter sido indicado em outras duas categorias - Melhor Cenário (Marcos Flaksman) e Melhor Ator (Leonardo Franco). Recebeu as mesmas 03 indicações e mais uma quarta como Melhor Espetáculo do Ano para o Prêmio APTR – Associação dos Produtores Teatrais do Rio de Janeiro. Na premiação do dia 06 de julho de 2009, foram confirmados os Prêmios APTR para Ary Coslov e Marcos Flaksman.

O espetáculo foi reencenado entre março e maio de 2012, dentro das comemorações dos 05 anos de funcionamento do Solar de Botafogo

A LOBA DE RAY-BAN  de Renato Borghi

Com Christiane Torloni, Leonardo Franco e Maria Maya e direção José Possi Neto, o espetáculo estreou em São Paulo no dia 06 de novembro de 2009, cumprindo temporada de 06 meses. Foi umas das principais atrações do Festival de Curitiba de 2010. Depois ficou em cartaz no Rio de Janeiro entre julho e setembro do mesmo ano, partindo em seguida para uma excursão por 15 importantes cidades brasileiras, entre elas, Belo Horizonte, Porto Alegre, Vitória e Recife. O espetáculo foi visto por mais de 60 mil pessoas.